Agradecimentos

Por mais que tentemos agradecer, faltam palavras para expressar a importância de toda e cada pessoa que nos ajuda. Foram muitos ensaios, telefonemas e mensagens fora de hora. É preciso muita amizade, companheirismo e boa vontade para se fazer um projeto independente nascer com saúde. Quem nos ajudou, nos ajudou a realizar um sonho. Muitos sonharam junto conosco. Somos privilegiados por termos tantos e tão bons amigos.

Gratia plena

Alexandre Alpino
Sempre disposto a cooperar, gravando baterias noite adentro e em dias de suposto e merecido descanso.  É figura marcante no projeto e convidado de honra da Bequadros.

Gustavo Parreiras (Guss)
Foi um dos pioneiros na arte de acreditar no sonho Bequadros. Guss cedeu o estúdio, tempo, arranjos, opiniões, madrugadas, amizade e talento para ajudar na concretização desse projeto.
Além de ser um sujeito importantíssimo na nossa formação musical, principalmente em cima de um palco e/ou estúdio de ensaio. São anos de parceria tocando Beatles com a banda Revolver.

Rogério e Patrícia
São os nossos padrinhos, nossos pais, nossos produtores, nosso público, nosso forte, nosso norte. Por que não dizer que são integrantes da Bequadros?! Esses dois são um! Esse um somos nós! Eles nos uniram e nos incentivaram de toda e qualquer forma possível. Ensinando o caminho, no caminho. Soubemos que devíamos realmente seguir com esse projeto quando, uma primeira vez, arrancamos lágrimas dos olhos deles. Soubemos então, fizemos música!

Anderson Ribeiro
Com certeza esse cara é a maior influência musical da Bequadros, diretamente com o Arley e indiretamente com Gustavo. Arley: “Cresci ouvindo o Anderson tocar e cantar. Cresci ouvindo os vinis do Anderson, as fitas K-7 do Anderson, fuçando (escondido) no violão do Anderson, na bateria do Anderson. Depois o vi parar de cantar, as músicas dele saíram da minha casa. Ele saiu da minha casa. As bandas dele cessaram. O tempo passou. Ele virou poeta, escreveu livro, deu entrevistas, virou pai. Um dia voltou a cantar. Porque a música nunca o largou. Hoje ele é meu (e do Gustavo) parceiro de sonhos e sons! E ainda vamos poetisar e musicar muito por essa vida afora!”

Gabriele Arthuso
Uma das pessoas mais importantes do processo. Participou de cada etapa do projeto, desde as primeiras gravações há três anos. Esteve sempre disposta a ouvir, opinar, criticar e dar sua contribuição para que tudo acontecesse da melhor maneira possível. Gustavo: “Namorada linda, companheira e amiga para todos os momentos. Aturou todas as minhas aflições e ansiedades, me acalmando e me pondo sempre pra cima. Nos incentiva a cada minuto, nos fazendo acreditar que nossas canções têm vida própria e podem alçar vôos inimagináveis. Sem ela, esse disco não teria o mesmo brilho!”

Fabiano Almada
Nosso primo, fã, fotógrafo, incentivador e, principalmente, amigo. Vem trabalhando no projeto Bequadros com aquele brilho nos olhos de quem vê o mundo pelas lentes da arte. Que enxerga “nas gentes” a oitava maravilha do mundo.

Thiago Rocha Mello
Músico multi-instrumentista. Cara sempre alegre e disposto a participar e ajudar. Responsável pelo violino solo e spalla do quarteto de cordas.

Frederico Cacá Campos
Flautista de extremo talento, gravou as flautas de Sugestão e O musical, e se pôs sempre à disposição para colaborar com o que fosse necessário ao andamento do projeto. 

Leandro Aguiar
Responsável por realizar quase todas as gravações, abraçou o projeto desde o princípio, participou ativamente dos arranjos, tocou, cantou e nos trouxe toda sua bagagem musical. Sempre com um sorriso no rosto e muita boa vontade, desempenhou papel fundamental para o sucesso do projeto.

Khadhu
Músico mineiro. Músico do mundo. Músico. Khadhu foi “maestro” da canção Ocaso, além de tocar baixo e esraj, além de fazer coro. Khadhu contribuiu da melhor forma possível a esse projeto musical. A participação direta dele nesse projeto é fonte de muito orgulho.

Khykho (Rodrigo Garcia)
Maestro de vários corais, violoncelista, baixista, cantor e guitarrista da Cartoon e ex-colega de trabalho de Arley em bandas e até em empresas de T.I. Khykho e seu Coral Madrigal Cura D’ars somaram vozes a duas canções e merece nosso aplauso.

Coral Madrigal Cura D’ars
Aceitou e abraçou nosso convite para cantar duas canções importantes nesse álbum. Cada corista merece nossa gratidão pela contribuição, esforço e dedicação nos ensaios e nas gravações noturnas e quentes.

Alessandra Crispin
Trouxe à canção ‘O musical’,  sua voz, sua alegria, sua cor, seu gingado. Daqueles de quem entende de samba e de Brasil.

Letícia Bertelli
Aquela que dá a voz a suavidade necessária à uma lembrança de uma menina-anjo.

Bernardo Sabino
Filho do escritor Fernando Sabino, cujo livro O Grande Mentecapto foi base para a canção Viramundo. As peripécias de Geraldo Viramundo são retratadas numa página do livro e de lá saiu recortada a canção que ofereceremos ao pai (Fernando) e ao filho (Bernardo) que nos incentivou e nos presenteou com tão importante obra.

Adélia Prado
Poetisa mineira de Divinópolis que é berço da nossa família. Sua poesia Verossímil veio enfeitar nosso projeto. Não poderia faltar, pois a canção é sempre pedida por quem a escutou alguma vez.

Paulinho Pedra Azul
Sua canção Sonho de menino entrou no projeto muito antes do projeto começar, pois tal canção fez parte da nossa infância e daquelas lembranças e sonhos que trazemos conosco, mesmo quando chegamos à fase adulta. Paulinho nos brindou ainda com sua presença, sua voz e sua poesia.

Tiago Buiú
Elevou o nível dos arranjos e da interpretação dos baixos de cada canção da Bequadros. Gravou baixo acústico, 5 cordas elétrico e até fretless. 

Caio Plínio
Foi nosso mestre de percussões. Gravou diversos instrumentos e sempre esteve disposto a contribuir com sua musicalidade ao nosso projeto.

Felipe Ribeiro
Nosso primo guitarrista. Professor de música, empreendedor e criativo. De primeira fez o solo definitivo da canção tema do projeto.

Renata Lima
Foi uma das primeiras incentivadoras do projeto. Antes mesmo de algumas letras virarem música ela apoiou, mesmo que de longe.

Paula Menin
Harpista, veio para acrescentar ao projeto aquele som que faltava na gravação, mas que já fazia parte da nossa infância. Um sonho de menina.

Jonatah Cardoso
Daqueles músicos que dá gosto de assistir, seja em ensaio ou gravação, pois torna visível o fato de fazer o que mais ama na vida. Extremamente versátil e talentoso, executa com perfeição tudo o que se propõe a fazer, além de impressionar pela bagagem musical, mesmo sendo ainda muito jovem.

Davi Maciel
Responsável pela arte do disco: capa e encarte. Ilustrou com maestria o que Bequadros só conseguiam imaginar.

André Cabelo
Mixou e masterizou o álbum. Dono de um humor afiado e de um conhecimento técnico impecável (sem falar da respeitável cabeleira!), foi o responsável por finalizar o processo com chave de ouro.

 

 

 

2 thoughts on “Agradecimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *